Título para que? Sou eu...

Sou eu, exposto aqui.

Um bom tanto de mim quer explodir. Ao invés de permitir o desperdício dos meus espasmos de criação inútil, prefiro deixá-los por aqui, para quem quiser me conhecer. Também é uma forma excelente de tentar organizar um pouco meus pensamentos, tão confusos.

Será melhor ainda se vocês puderem me criticar, e muito: pois só assim cresço.

Conto, então, com a ajuda de todos.

Minha foto
Nome:
Local: Porto Alegre, RS, Brazil

sexta-feira, setembro 24, 2004

    Me contaram que a vida era de brinquedo e eu, ingênuo, acreditei.

    E o pior foi ver que é mesmo, depois de notar que era mentira!

    Lapso.

    Na ânsia de não correr atrás do rabo, fitei o horizonte e fui atrás da folha como a tartaruga, carregando quem de cima de mim segura a comida à minha frente com uma vara.

    Na mentira de brincar de verdades e na insistência de ver a realidade da traquinagem séria de existir, parei. Não havia mais a folha. Ei! Que porra é esaa?!

    Depois de muita reflexão eu, pobre tartaruga, percebi que as boas folhas ficam em cima. em cima das árvores. Utopia desgraçada. E eu aqui, a olhar o céu e ver estrelas...

    E aquele idiota no meu casco? Não, não... impressão minha... era só o peso do mundo sobre meus ombros...


    Será?